20 de set. de 2020

Medicamentos, Remédios e Fármacos, qual a diferença?


Medicamentos

São considerados medicamentos produtos especiais elaborados em farmácias (manipulados) ou em indústrias com a finalidade de prevenir, diagnosticar, curar doenças ou aliviar seus sintomas, sendo esses produzidos com rigoroso controle técnico para atender às especificações determinadas pela ANVISA.

Medicamento é uma preparação correta para ser utilizada que contenha fármacos, ou seja, contém princípio ativo, possui ajudantes farmacêuticos e sem atividade biológica.


Os medicamentos podem ser divididos em: similargenérico e de referência

Medicamento similar - idêntico ao medicamento de referência de em suas características, podendo mudar a forma, período de validade, o tamanho, embalagem e rotulagem.

Medicamento genérico - é uma versão mais acessível (economicamente falando), do medicamento de referência, por não ter uma marca na embalagem, contendo apenas o nome da substância ativa; ele geralmente é produzido após o fim ou renúncia da proteção da patente e de outros direitos de exclusividade.

Medicamento de Referência - Já os medicamentos referência é o produto original, no qual sua segurança, qualidade e eficácia foram cientificamente comprovadas e junto ao órgão federal e comercializado no país.

Existem ainda outros três tipos de medicamentos: medicamento de BioequivalênciaProduto Farmacêutico Intercambiável e o de Biodisponibilidade. Porém esses três últimos não são popularmente conhecidos.

Pessoa negra de costa usando um compressa de água no ombro esquerdo

Remédio

É comum as pessoas usarem em seus diálogos diariamente a palavra remédio como sinônimo de medicamento.

Porém segundo a Cartilha da Agência Nacional de Vigilância Sanitária remédio é todo e qualquer tipo de cuidado usado para curar ou aliviar sintomas de doenças, mal-estar ou desconforto. Exemplo: compressa de água quente ou fria, chás de plantas medicinais, entre outros.

Segundo o Dicionário Etimológico a palavra remédio vem do latim remedium, com possui o significado de ‘’coisa que cura’’.

É importante distinguir medicamento de remédio, pois remédio é um procedimento que busca a cura do indivíduo, é um paliativo para amenizar os sintomas e curar doença. E que dessa forma todo medicamento é um remédio, mas remédio não pode ser considerado um medicamento.


Leia também: Descarte de Medicamentos


Fármacos

Segundo a ANVISA fármacos são princípios ativos dos medicamentos, responsável pelo efeito terapêutico.É um composto químico obtido por purificação, extração, ou através de uma síntese ou semissíntese. Exemplos: Anticolinérgicosantibióticoscorticosteroidesentre outros.

A palavra fármaco vem do grego pharmak, aquilo que tem o poder de transferir as impurezas. Os gregos acreditavam que o pharmakon fazia o bem e também o mal, poderia manter a vida, mas também seria capaz de tirá-la. Segundo Paracelso, remédio ou veneno a diferença está na dose.

Você sabia dessas diferenças?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSTAGRAM | @eumarcyleao

MARCILENE LEÃO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL